Eduardo Oinegue

Eduardo Oinegue – jornalista, biografia, vida pessoal, carreira, fatos e curiosidades

Última atualização em 19 de novembro de 2022

Eduardo Oinegue Fulfaro nasceu em 23 de maio de 1964 na cidade de São Paulo. Com vasta experiência no jornalismo impresso, Oinegue é conhecido como o âncora do “Jornal da Band”, exibido às 22hrs.

Sumário

Vida Pessoal

Eduardo Oinegue âncora

O paulistano percorreu todo o Brasil por conta do trabalho, chegando a conhecer o Recife e Brasília. No programa “Faustão na Band”, as colegas de redação Lana Canepa e Paula Valdez contam que a personalidade do jornalista é brincalhona e que ele é conhecido pelos colegas por levar guloseimas para todos, desde croquetes até hambúrgueres.

Eduardo é pai de três filhos: Marcelo, André e Marina e possui uma relação afetuosa com eles. Em entrevista, os filhos revelaram que o jornalista adora jogar tênis e sempre está com um livro.

Carreira

âncora jornalista Eduardo Oinegue

Em 1982, Oinegue entrou na graduação de Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), formando-se em 1985. Com apenas 17 anos e ainda no primeiro ano de faculdade, Eduardo começou a carreira atuando em jornais de bairro e freelancer.

Já formado em 1986, o jornalista participou do 3º Curso Abril de Jornalismo e acabou sendo contratado pela Editora Abril. Na empresa, trabalhou por cerca de 20 anos com o jornalismo impresso em revistas de negócios e economia, como a Revista Veja e a Revista Exame.

Durante a sua trajetória na mídia impressa, Oinegue começou enquanto repórter na revista Veja São Paulo. Além da Veja São Paulo, o jornalista assumiu o cargo de editor de política na Veja em Recife por quase 2 anos e encerrou a trajetória na revista atuando como sucursal da revista em Brasília. Na capital federal, Eduardo permaneceu no cargo por cerca de 24 anos, chegando a cobrir o impeachment de Fernando Collor.

A transição para a Revista Exame aconteceu por um convite de Roberto Civita. O empresário ofereceu ao jornalista o cargo de chefe de redação da maior revista de negócios no país. No cargo, o jornalista esteve em contato com diversas personalidades da área, desde estudiosos até políticos.

Em 2005, a jornalista saiu da mídia impressa enquanto jornalista e criou uma editora de anuários, a Análise Editorial, em parceria com o jornalista Alexandre Secco e Silvana Quaglio. Na editora, o jornalista vem criando publicações voltadas para o mundo de negócios, tais como, listas de personalidades jurídicas admiradas no país e perfis de executivos renomados nas áreas jurídicas e financeiras.

Em 2016, o jornalista chegou a receber um convite de Michel Temer para compor a equipe de comunicação do governo enquanto consultor político. Entretanto, Oinegue recusou o convite e enviou um plano de comunicação para o governo Temer.

No mesmo ano, Eduardo Oinegue assinou contrato com o Grupo Bandeirantes de Comunicação e passou a atuar enquanto comentarista na Rádio Band News FM e no telejornal Band News TV. Após a morte do jornalista Ricardo Boechat em um acidente de helicóptero, Oinegue assumiu a bancada do “Jornal da Band” ao lado da jornalista Lana Canepa.

Fatos e Curiosidades

  • Oinegue também atu enquanto consultor político e chegou a auxiliar Michel Temer na transição de governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.